Deus vai abençoa você

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Travestis lançam calendário com ‘imagens religiosas’


Um grupo de travestis de Fortaleza lançou na última quarta-feira, a 2ª edição do calendário ilustrado com travestis, o “translendário”, onde há fotos de travestis caracterizados com símbolos religiosos.
Segundo o idealizador do projeto, Silvero Pereira, o calendário deste ano será mais polêmico que do ano passado, pois em 2012 eles replicaram imagens sacras como a Última Ceia, neste ano o grupo buscou inspiração nos ‘santos’ de diversas religiões para criar seus próprios ‘deuses’ e ‘santos protetores’ dos travestis.
“No ano passado nós retratamos imagens clássicas, não apenas religiosas. Se eles entenderam isso como ofensivo, esse vai ser mais ainda”, diz Silvero ao G1.
Em uma das páginas desta edição, há uma alusão a crucificação inspirada no quadro de Salvador Dalí. “O objetivo não é retratar Jesus Cristo. Nós nos inspiramos em religiões e criamos nossos santos e deuses”, explica o diretor de arte do translendário, Andrei Bessa.
Os idealizadores, também se inspirara em Thor,deus mitologia nórdica, para criar a “deusa dos incubados“, fazendo referencia segundo eles, ao universo machista e preconceituoso, que faz com que alguns gays não tenham coragem de assumir a sua homossexualidade.
Existe também a ‘Nossa Senhora Protetora das Esquinas’, que protege os travestis que se prostituem nas esquinas. Essa segundo Bessa foi inspirada em uma santa da igreja católica.
Para realização deste polêmico projeto, foram arrecadados em doações R$ 11.200 reais, mas foram gastos apenas 10 mil, sendo que a diferença será destinada ao Coletivo Artístico das Travestidas, um grupo de teatro, dança e música composto por travestis do Ceará, explica Silvero.
“O objetivo do calendário não é causar confusão, mas inserir os travestis na sociedade. Por que um travesti não pode ser associado a uma religião?”, questiona Silvero.
Fonte: Portal Padom

Bento XVI afirma que a face de Deus é visível


O Papa Bento XVI declarou diante de milhares de fiéis que Deus “pode ser visto”. Durante a audiência publica nesta quarta-feira, ele disse que seu rosto é visível em Jesus Cristo e que se queremos vê-lo, temos que seguir a Cristo, “não apenas quando precisamos, mas ao longo de nossa existência, que tem que ser orientada ao encontro com Ele.”
Segundo o papa, com a encarnação o rosto de Deus se manifesta em Cristo e Jesus inaugura na história um novo modo da presença de Deus. O Pontífice, de quase 86 anos, também disse que o rosto de Cristo se vê também “nos pobres, fracos e nos que sofrem”. rt