terça-feira, 21 de novembro de 2017

Dez verdades sobre os crentes que ficam

(ILUSTRAÇÃO)
Antigamente, era mais difícil namorar. Pelo menos, para os feios que nem eu! Havia todo um ritual: olhar, falar com os olhos, escrever bilhetes (a mocidade, pelo menos, sabia escrever!), falar pessoalmente e propor namoro.

Complicado, mas muito romântico. Hoje, as coisas nesse sentido se deterioraram a tal ponto que a gente não sabe se está lidando com uma moça ou com uma aprendiz de prostituta, com um rapaz ou com um cabra safado. Não digo que no passado era melhor.

Digo que, no presente, ficou deveras menor, o ato do namoro. O que eu tenho a dizer a geração do ficar?

1. Quem gosta de ficar não merece confiança.

2. Quem gosta de ficar é imaturo e superficial.

 3. Quem costuma ficar pode virar uma prostituta.

 4. Quem gosta de ficar pode acabar viciado em pornografia.

5. Quem gosta de ficar está sinalizando que não leve os princípios de Deus sobre namoro à sério.

6. Quem costuma ficar pode casar com o pior parceiro ou parceira. Quem escolhe demais...

7. Quem fica tem a ilusão de que é superior, quando, na verdade, já virou verme.

 8. Quem costuma ficar não fica na hora que o parceiro ou parceira mais precisa.

9. Quem gosta de fica nunca leva relacionamento a sério.

10. Quem gosta de ficar vai acabar... ficando só!

11. Ficar é negócio para aprendiz de canalha ou para quem tem vocação para margiranha! (Espere aí, pastor! O senhor disse que ia dar dez verdades, já registrou onze... - Desculpe, eu me empolguei! Mas, já que transgredi o título, lá vai a 12a. Quem costuma ficar pode acabar ficando com um(a) enviado(a) de Belzebu!).

Texto do Pr. Geraldo Magela

Igreja Maranata/Ministério Surubim.

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

‘Jovens Cheios do Espírito Santo Fazendo a Diferença’ é Tema de Encontro da Assembléia de Deus em Vertente do Lério

(Foto: Divulgação do Blog)
Nesta quarta-feira (15) de novembro, os jovens assembleianos de Vertente do Lério, recepcionaram outros jovens vindos dos municípios de Gloria do Goitá; Feira Nova e Surubim, para o 1º Encontro de Jovens realizado pela Assembléia de Deus local.

Este dia ficará marcado na vida dos jovens assembleianos da cidade do “Ouro Branco”, por ter sido um dia de muita entrega e comunhão intima com Deus.

Fazendo a diferença, significa sai do lugar comum (Comodismo) e falar aos quatro quantos que Jesus Cristo é maravilhoso, e que os jovens são especiais aos olhos de Deus. Ser Cheio do Espírito Santo, é antes de tudo, deixar o eu, para que Cristo seja luz em suas vidas.

A programação que durou o dia inteiro, transformou a quadra da Escola José Batista de Souza em Templo de Deus por um Dia. Onde a igrejas que somos nós, pudesse está reunida buscando, entender por meio do Espírito Santo, qual o nosso papel com jovem e cidadão em meio à sociedade que vivemos.

A Proclamação da República serviu para se Proclamar que o Senhor Jesus Cristo, é o Senhor de nossas vidas e da cidade de Vertente de Lério, de Pernambuco e do Brasil.

Pela manhã houve estudo da palavra e evangelização, enquanto que à tarde, a conversa direta com Deus aconteceu por meio da oração, fechando o encontro a noite com participação de levitas (Cantores) e pregação da palavra de Deus.
 
(Montagem/Diácono Sérgio Ramos)
 


Escrito por Sérgio Ramos/Diácono/Radialista e Blogueiro – 16/11/2017


Católicos realizam IV Caminhada da Fé em Vertente do Lério

(Foto: Divulgação)
O feriado de 15 de novembro levou os fies da Igreja Católica Apostólica Romana, a uma caminhada pela manhã saindo da frente da igreja localizada no Tambor de Cima, seguindo até a comunidade de Lagoa Escondida.

A caminhada deste ano foi organizada pelos fies das comunidades do setor do Tambor, e as demais comunidades participaram ativamente. Ainda de acordo com o pároco, em 2018 haverá mais caminhada da Fé. Destacou padre José Sebastião Costa.

A igreja já está em sua IV edição da Caminhada da FÉ.

Percebemos; que embora talvez não seja esta a intenção do padre e dos seus paroquianos, ao criar a caminhada, mas o fato é que além de um momento de comunhão e fé fortalecendo o Espírito, eles também estão cuidando da saúde física, tirando o corpo do sedentarismo.

Todo o itinerário começa com um café da manhã regado a frutas, e encerra com celebração eucarística, banho e almoço.
(Foto: Divulgação)

Muito feliz; Padre Sebastião, agradeceu a Deus e aos fies por mais um ano de caminhada.

Escrito por Sérgio Ramos/Diácono/Radialista e Blogueiro – 16/11/2017

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Assembléia de Deus realizará encontro de jovens nesta quarta (15) em Vertente do Lério/PE


Com o tema: “Jovens cheios do Espírito Santo fazendo a diferença”, a Igreja Evangélica Assembléia de Deus irá realizar nesta quarta-feira (15), feriado da Proclamação da República, o primeiro (1º) Encontro de Jovens no município de Vertente do Lério.

O evento acontecerá durante o dia inteiro, com inicio ás 08h, e encerramento por volta das 21h. No período da manhã haverá evangelização em massa e estudo para todos os jovens.

Já à tarde, acontece o circulo de oração, e a noite encontro jovem, com cantores e pregadores convidados. Toda programação acontecerá na quadra coberta da Escola José Batista de Souza, no centro da cidade.

Escrito por Sérgio Ramos/Diácono/ Radialista e Blogueiro – 14/11/2017
Envie suas noticias e denuncias para o E-mail: felizsramosdecarvalho@yahoo.com.br-

Igreja: membros pecadores e pastores frouxos!

Da ADIBERJ.

A Igreja de Jesus está contaminada. O pecado é um câncer que tem se desenvolvido cada vez mais rápido no meio do povo de Deus. A pureza da noiva de Cristo parece não mais existir, quando olhamos para a igreja e tentamos ver nela o que a Bíblia diz que deveríamos ver. Santidade? Nosso povo parece não conhecer o que é isso. Talvez não conheça mesmo! Crentes sem compromisso com Deus e com a Palavra, mas seriamente comprometidos com o pecado, sem nenhuma vontade de abandoná-lo.
Mas que tipo de pecado podemos encontrar no meio do povo que se diz de Deus? Infelizmente, todo tipo! Adultério, maledicência, impureza, avareza, idolatria, inimizades, brigas, bebedices, desobediência a Deus e aos líderes… Na verdade, toda a lista de pecados existentes.
A Igreja de Jesus está contaminada. O pecado é um câncer que tem se desenvolvido cada vez mais rápido no meio do povo de Deus. 
A situação da igreja é grave. Mas por que digo isso? Porque além de estar contaminada, não se incomoda. O homem que está traindo sua esposa participa normalmente dos cultos como se nada estivesse acontecendo. Da mesma forma, a mulher que está traindo seu marido. Adúlteros que não são incomodados pelo seu pecado! Pessoas que bebem e causam escândalo entram no templo sem nenhum tipo de constrangimento. Sem continuar com os exemplos, a questão é: os membros da igreja de Jesus estão alimentando seus pecados, vivendo na carne, sentem prazer no pecado, não se incomodam por estar vivendo totalmente fora do padrão estabelecido por Deus e continuam como membros da igreja local, sem que nada seja feito. A igreja não toma providências. Isso não pode continuar assim!
No meio dessa situação caótica, penso nos pastores. Homens escolhidos por Deus para liderar o rebanho do Senhor, para ensinar a Palavra, para guiar o povo pelo caminho correto. Onde estão esses homens? O que eles estão fazendo? Por que não tomam providências? Se a igreja é imatura e aceita o pecado, o pastor está aí para acabar com essa zona! Exatamente isso: zona! Mas a maioria tem se calado.
Alguns pastores não tomam providências porque não querem ficar estressados, não querem perder a saúde. Outros não tomam providências porque não querem arrumar problemas com a família de quem está no erro. Há aqueles que não fazem nada porque acreditam que o tempo vai resolver a situação. E ainda há aqueles que não fazem nada por medo. Medo de tudo e de todos. Pior ainda, não gostam quando algum membro da igreja diz que eles precisam tomar providências. Dizem que esse tipo de membro atrapalha a vida da igreja. É mole? O membro que enxerga o que deve ser feito é o causador do problema, pastores? Parem com isso!
Pastores frouxos! Isso é o que muitos têm sido. Pastores medrosos, covardes, sem unção, sem compromisso com Deus, sem compromisso com a Palavra, sem compromisso com a santidade e a pureza da igreja de Cristo. Pastores que não agem com a autoridade que lhes foi concedida por Deus. Pastores que não estão sendo dignos da missão que Deus lhes confiou.
Que Deus tenha misericórdia de Sua igreja e desses pastores que agem dessa forma!
Wanderson Miranda de Almeida
Escritor e Colunista deste Portal



quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Somente as Escrituras - Sola 1

ADIBERJ.
(Reprodução/Divulgação)
“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra.” (2 Timóteo 3.16-17)
Devido aos muitos desvios praticados pela igreja na Idade Média, integrantes do clero e outros pensadores cristãos protagonizaram o que ficou conhecido historicamente como A Reforma Protestante. Luthero não foi o único, mas tornou-se um símbolo ao se opor à venda de indulgencias, publicando suas 95 teses em Wittenberg. Elas questionavam diretamente as promessas de perdão e libertação feitas aos que compravam as indulgências. A igreja havia chegado a isso devido ao abandono das Escrituras como norteadora de suas práticas, tendo passado a criar, a partir de seus interesses, doutrinas que não encontravam qualquer base nas Escrituras. Em resposta os reformadores propuseram a singularidade das Escrituras como fonte de autoridade para a vida do cristão.
A fé cristã não deveria estar sujeita à criatividade e casuísmos dos líderes da igreja. Distante do conhecimento das Escrituras, os cristãos estariam à mercê dos líderes e na dependência de seu caráter. Os reformadores compreenderam a necessidade de conhecimento das Escrituras para que o fiel pudesse viver e agradar a Deus. Pois agradar a igreja ou agradar aos seus líderes não poderia ser tomado como sinônimo de agradar o Senhor da igreja. A igreja e seus líderes não deveriam ser tomados como autoridade final na instrução de como viver e agradar a Deus. O perdão e graça não estavam sob o poder da igreja. “Voltemos às Escrituras” era a palavra de ordem entre os reformadores.
Conquanto possamos concordar quanto à dificuldade de compreendermos muitos contextos e passagens bíblicas, continua firme o princípio de Somente as Escrituras (Sola Scriptura) como o repositório da revelação de Deus e Sua vontade. Como Paulo escreveu, ela é inspirada por Deus e útil para nos ensinar, nos repreender, para nos corrigir e instruir na justiça, a fim de que amadureçamos e sejamos aptos para viver e agradar a Deus. Não existe maturidade espiritual sem conhecimento das Escrituras. Conquanto conhece-la apenas não determine que sejamos maduros, ignorá-la determina nossa imaturidade e falta de discernimento espiritual. Diante disso, qual o lugar das Escrituras em sua vida? Você a conhece? Lê? Medita e busca examinar-se à luz de seus ensinos?