sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

A Esposa e a Prostituta

Pb. Gutemberg.

(ILUSTRAÇÃO)
A Esposa deita com seu marido, com ele se relaciona, faz a sua vontade, e nisso também recebe prazer, nada é cobrado, tudo é feito por amor e com amor, a Esposa jamais cobraria 1 real por deitar-se com seu cônjuge.

A prostituta deita com seu cliente, com ele se relaciona, faz a sua vontade, mas há um preço, um valor, ela é paga pelo serviço. E muitos desses grupos de louvores, cantores, pregadores, e missionários por aí (SEM GENERALIZAR)?

Dizem-se Esposas e Noivas de Cristo, mas eles estão agindo como Esposas ou Prostitutas? 

Quando alguém é convidado para pregar e/ou louvar a Deus, e cobra cachês altos que vão muito além do simples custo de sua viagem, alimentação, etc...

Não estariam cobrando a noite de prazer com o Noivo?


A Noiva não cobra pra pregar, pra cantar, a Noiva sente prazer em ter comunhão com Cristo, quem cobra 10; 20; 30 reais a hora é a prostituta...

Nenhum comentário:

Postar um comentário