sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Dezembro; Mês que a FALSIDADE Aflora!

(REPRODUÇÃO DO GOOGLE)

Muito particularmente, este é o mês do ano que gosto menos, visto que à maioria das pessoas passam o ano inteiro e não dirige uma palavra a ninguém. Mas quando chega a passagem de ano, aproximam-se de você com toda falsidade do mundo.

Jesus Cristo nos ensina que devemos nos amar uns aos outros, como ele nos amou. Porém; lamentavelmente até pessoas ligadas a seguimentos religiosos, com o sem cargos nos templos, vivem sem pô em prática o que nos é ensinado.

“O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei”. João 15:12

Diariamente pessoas vão às missas e cultos apenas por irem, visto que não são igrejas e nem vivem o evangelho de Cristo em seu dia a dia. Se o caso for entre evangélicos, só seus irmãos dentro do templo, na rua parece que não conhece você. Já entre os católicos romanos, vão a missa com frequência, mas se pudesse matariam todas as pessoas que não gostam.

Passam o ano inteiro agindo assim, mas ao chegar o mês de dezembro posam de bons samaritanos. Eu aprendo com Cristo, que devemos amar todos, que gostemos deles ou não, em qualquer tempo e independente de sua classe social ou religião.

Devemos ser cristão e não brincar de ser. A atenção, amor e carinho pelo outro deve ser demostrado diariamente e não apenas nos momentos que nos convém. Muitos pensam que o dinheiro é tudo, mas isto pode ser essencial, mas não fundamental, uma vez que a presença e um abraço sincero em muitas ocasiões valem e surti mais efeito na vida do outro.

Não adianta fazer promessas ao apagar das luzes, e ao iniciar o novo não procurar uma transformação verdadeira em nossas vidas e em nossos atos.

Por fim; dezembro não apenas o mês de trocar os móveis de casa, comprar roupas novas, trocar presentes entre outras coisas tão superficiais. Antes de tudo isto, é o mês que na tradição comemora-se o nascimento de Cristo, o salvador e redentor de nossas vidas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário