MERCADÃO KIPREÇO

Dia da Igreja Perseguida!

segunda-feira, 9 de março de 2020

Pastor Ailton José Alves não vivencia seu melhor momento na Assembleia de Deus

Da Redação, com blog Ponto de Vista:
felizsramosdecarvalho@yahoo.com.br- 

O pastor Ailton José Alves, líder há 22 anos da Assembleia de Deus de Pernambuco, maior denominação evangélica no estado, não vivencia o seu melhor momento à frente da igreja. Especialmente nos últimos meses, quando tem crescido entre membros e no corpo de obreiros, questionamentos e insatisfações relacionadas a forma como a igreja anda sendo conduzida, algo que tem resultado na debandada de fiéis. 

A mais recente e emblemática delas foi abordada pelo Blog Ponto de Vista, que na última quinta-feira (05) entrevistou com exclusividade o Pastor Jônatas Lins, obreiro que não aceitou a decisão da cúpula da Assembleia de Deus de tirá-lo do comando da igreja na cidade de Barreiros e acabou anunciando a sua saída da denominação. Na entrevista o pastor Jônatas deixou claro a sua insatisfação com a forma com que está sendo conduzida a igreja. “A instituição Assembleia de Deus é maior que eu e as coisas que existem na Assembleia de Deus que eu não concordo, não sou eu que tenho que combater. Se existem condutas que precisam ser corrigidas, não sou eu que vou corrigir. Existe um Deus que também é maior que a Assembleia de Deus e ele sim pode cobrar. Ele sim pode chamar à prestação de contas”afirmou Jônatas que também anunciou que estaria dando início a construção de um movimento evangélico chamado Rede Esperança, o que provocou a saída de muitos fiéis da Assembleia de Deus no município.
O movimento de insatisfação dentro da igreja vem ganhando força a cada dia, sobretudo após a revolta de alguns obreiros que andam utilizando as redes sociais com regularidade criticando a cúpula da igreja e a aparição de denúncias envolvendo o nome do próprio Ailton e de outras figuras de grande influência na denominação em investigações abertas pelo Ministério Público de Pernambuco, algo que talvez seja o motivo que tem levado a alguns pastores da diretoria da igreja a realizarem visitas frequentes a um conceituado advogado criminalista de um escritório de advocacia na Rua Visconde de Suassuna.
Longe de mim acreditar que tais problemas sejam um prenuncio da decadência de uma instituição tão sólida como é a Igreja Evangélica Assembleia de Deus, mas isso são sinais de que a liderança de Ailton José Alves está abalada.
Por Pastor Sérgio Ramos- 09/03/2020

Nenhum comentário:

Postar um comentário